quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Quadro do Menino Chorando

Talvez o Quadro do Menino Chorando seja um dos objetos ocultistas mais conhecidos ao redor do mundo, e essa “fama toda” não veio de graça.


O quadro, apesar de ser uma bela obra de arte, está envolta em uma série de acontecimentos macabros e, no mínimo, misteriosos.Preza a lenda que o quadro seria o responsável por milhares de incêndios que ocorrem mundo afora, mas principalmente na Europa. Então, sem mais delongas, conheça agora a intrigante história do Quadro do Menino Chorando.

A história do Quadro


Tudo começou com um pintor italiano chamado Giovanni Bragolin, que em meados de 1940 resolveu retratar seu filho chorando, em um quadro. Segundo ele, “a beleza está além da alegria”.
Infelizmente, não foi bem assim que o garotinho entendeu a reflexão artística do pintor e resolveu não colaborar com seu choro, para que o pai fizesse o quadro, um tanto quanto excêntrico para a época.

Segundo a versão inglesa da história, para que o menino chorasse Giovanni ordenou que sua esposa segurasse alguns fósforos acessos, próximo ao menino. Pois ele sabia que seu filho temia (e muito) o fogo.

O garoto passou algumas horas chorando, sem poder mover-se sob a ameaça que o fogo, apresentado por sua própria mãe, iria queimá-lo. O que, provavelmente, transtornou bastante o pobre menino.
Por fim, o quadro nasceu. Porém, isso não trouxe nada de bom para a família de Giovanni Bragolin: Apenas algumas semanas após o quadro estar finalizado, o garoto veio a falecer entre crises de pânico e manias de perseguição, provavelmente causadas pelo medo imposto pelos seus pais.

Não muito tempo depois, o próprio Giovanni e esposa morreram dentro de casa, quando um misterioso incêndio acabou com a casa, a vida e boa parte do portfólio artístico do pintor. Foi então que o primeiro fato misterioso aconteceu, envolvendo o quadro: Apesar do forte incêndio, o quadro permanecia intacto, no meio das cinzas da casa completamente destruída.

O quadro ganhou fama como “indestrutível” na Itália e logo foram feitas diversas cópias da obra arte, que percorreram toda a Europa. Principalmente embaladas pela constante migração pós-segunda guerra mundial.

Incêndios na Inglaterra


Na Inglaterra (que ignorava a história original do quadro) ele se tornou um grande sucesso, sendo que a própria polícia local chegou a estimar que uma em cada 10 casas teria uma cópia do quadro em sua parede.

Foi quando as coisas começaram a sair do controle. Diversos incêndios, sem nenhum motivo aparente, começaram a ocorrer por toda a Inglaterra, sendo que na maioria das vezes um dos poucos, quando não o único, objeto que resistia ao fogo era o quadro do menino chorando.

O caso tornou-se tão banal, que um jornal inglês de rotatividade nacional publicou um extenso artigo onde era relacionado uma grande lista de casos onde residências foram completamente queimadas, tendo como objeto que resistiu ao fogo, uma cópia do quadro de Giovanni.Na época, a Inglaterra chegou a promover ações públicas para destruir os quadros por todo o país, sendo que a maioria dos comerciantes pararam de vende-lo, com medo de sofrer represálias da população que tremia ao ver a sinistra imagem do garoto.

O caso foi tão sério que o quadro entrou para centenas de boletins de ocorrência da polícia inglesa, como a causa do incêndio. Sendo aceito como prova, até mesmo, por juízes das cortes ingleses mais baixas.Além disso, é valido contar que o ano de maior número de vendas do quadro foi também o ano em que ocorreram mais incêndios na história da Inglaterra. Chegando a contar cerca de 170 incêndios diários sem causas aparentes, em todo o país.

Para além de um quadro


Ao longo do tempo, muitas variações do quadro foram criadas e copiadas por muitos outros pintores e, estas, circularam o mundo todo. Chegando a formar uma coleção de pinturas relacionadas ao quadro do Menino Chorando.

Em algumas delas, segundo comerciantes, é possível ver um demônio devorando uma criança, quando virados de lado e – até mesmo – ver a imagem de um incêndio quando são girados, em uma determinada velocidade.

Tudo isso faz que a sequência de quadros do menino chorando, façam parte de um grande acervo de ocultismo. Qual o intuito da fabricação de tantos quadros como estes, não tem uma explicação.
Da mesma forma que a maioria dos pintores responsáveis por estas variações do quadro, nunca foram encontrados e – muito menos – se apresentam publicamente como autores da “obra de arte”.

Mas, e você, já teve um quadro desses em Casa? Eles foram muito famosos aqui no Brasil, durante um bom tempo! E, se acaso você tiver, boa sorte!

4 comentários:

  1. A maldição no quadro é mais psicológica que paranormal, quero dizer,se existe uma maldição, com certeza essa veio das entranhas cerebrais de cada indivíduo, projetando as circunstâncias ocorridas na época .somos capazes de projetar grandes coisas somadas aos nossos medos e receio,de fato,o mal,se alimenta dos nossos medos.abre se uma porta para que ele interaja em nossa dimensão. Com isso ,projetamos,enquanto ele executa.

    ResponderExcluir
  2. O quadro esteve em minha casa quando eu era criança, mal me lembro mas minha mae relata que eu não conseguia olhar para o quadro , que eu só chorava, eu nao dormia a noite , até que um dia uma pessoa conhecida da minha mãe disse para tirar o quadro de casa . Entao minha mãe queimou o quadro e eu nunca mais tive nada.

    ResponderExcluir
  3. Na casa da minha mãe haviu uma cópia desse quadro, tudo sempre foi normal.

    ResponderExcluir